Conecte-se com a Torre

Análise | Melbits World – Uma ótima experiência para a família

Análises

Análise | Melbits World – Uma ótima experiência para a família

 

O uso de puzzles nos games é algo que vemos em praticamente todos os jogos e isso já faz bastante tempo. Grandes franquias como Silent Hill e Resident Evil são ótimos exemplos de games que utilizam o recurso como parte crucial do game e sem resolvê-los, sem avanço no game.

Entretanto também temos jogos 100% focados na arte dos quebra-cabeças, como é o caso do clássico Tetris e da duologia Portal, desenvolvido pela Valve. É claro que ainda há centenas de games do gênero por aí, ainda mais na era mobile. Seja qual for o caso, a ideia se originou no século XVIII e além do quebra-cabeça tradicional, temos o cubo mágico, tangram e outros.

Você deve estar se perguntando o porque de eu estar contando a história dos enigmas, e bom, é porque Melbits World é um game focado 100% nessa ideia e embora não traga nada inovador para o mercado, – até porque não é esse o seu objetivo – ele cumpre o seu papel que é divertir, e se você for sortudo o suficiente, jogando com 4 pessoas ele pode ser ainda melhor.

O que é o Melbits World?

Com uma semelhança bem grande aos Rabbids da Ubisoft, os Melbits são criaturas estranhas, porém extremamente felizes e agitadas e seu objetivo aqui é levá-las de um ponto ao outro. O diferencial fica por conta da jogabilidade que utiliza o recurso Playlink, onde ao invés do Dualshock 4, nós utilizamos o Smartphone para as ações do game. Essa foi minha primeira experiência com o recurso e com isso posso afirmar que ela funciona muito bem. Inclusive, usei desde aparelhos mais antigos até alguns mais recentes e tudo funcionou numa boa.

A jogabilidade é simples. Em cada fase temos funções diferentes, como ser um trampolim ou girar uma base para os Melbits passarem. Independente do caso, nós, jogadores somos tipo sinalizadores de trânsito, controlando quem passa e quem fica. O objetivo é fazer com que pelo menos dois Melbits consigam chegar até o ponto final da fase. No caminho temos alguns colecionáveis opcionais que nos garantem acessórios para personalização dos personagens, esses que são muitos e com uma variedade interessante.

Divertido na medida certa

Na era dos tablets e smartphones, a ideia de utilizá-los no lugar do controle pode ser bem interessante no caso de pessoas que queiram jogar com os filhos por exemplo, já que acredito que esse seja o principal público alvo do game, já que ele tem uma dificuldade bacana, mas tudo é questão de entender os movimentos. Se estiver em 4 pessoas, cada um possui uma função, e fica ainda mais fácil.

Melbits World não vem com o objetivo de reinventar o gênero de puzzles. Entretanto, seu visual, gameplay e principalmente o fator diversão, são coisas bem acertadas e que valem a devida atenção caso goste do gênero.

São 36 fases divididas em 4 mundos, cada um em uma temática diferente, e ao terminarmos cada fase, somos “convidados” a pressionar a tela do celular e a chacoalhá-lo para que os Melbits comemorem a vitória. Isso é simplesmente sensacional!

Vale a pena?

Melbits World  tem ótimos pontos positivos como seu visual, a dificuldade das fases e a forma como ele te “força” a jogar em grupo. Todos esses pontos são feitos de forma excepcional e garantem diversão e alguns momentos de fúria. O problema é que tudo isso pelo preço cobrado de R$45 na PlayStation Store pesa bastante na hora da escolha, já que sempre estamos com uma variedade gigante de promoções na loja virtual da Sony, além de outros jogos com preços parecidos que oferecem muito mais.

Entretanto, se você é um amante do gênero plataforma e puzzle e tem com quem jogar, ou se é pai ou mãe e está procurando aquele jogo para jogar com seu filho, talvez essa seja a opção correta pra você.

Melbits World foi lançado em 5 de fevereiro exclusivamente para o Playstation 4. Esse review foi elaborado com uma cópia gentilmente cedida pela Melbot Studios.

Comentários

Mais em Análises

Topo