Conecte-se com a Torre

Crítica | A Noite do Jogo – Uma comédia nada comum

Críticas

Crítica | A Noite do Jogo – Uma comédia nada comum

Seguindo uma tendência de misturar diversos gêneros dentro de um só,  A Noite do Jogo nos traz uma incrível experiência com momentos de diversão, ação e muitos jogos, sejam eles eletrônicos, de tabuleiro e até mesmo com a vida dos personagens.

Jason Bateman e Rachel McAddams vivem Max e Annie, um casal que se conheceu graças ao amor incondicional pelos mais diversos tipos de jogos. Isso os leva ao casamento e também a uma rotina de fazerem a noite do jogo semanalmente com alguns amigos. Max tem também um tipo de disputa com seu irmão Brooks, vivido por Kyle Chandler, que pelo menos em sua visão tem uma vida muito melhor que ele. Com a chegada do irmão na cidade ele se junta as noites de jogo e propõe uma nova versão do mesmo.

Brooks cria então uma nova versão da brincadeira onde um dos integrantes é sequestrado e para salvá-lo todos devem seguir as pistas deixadas por ele. Acontece que Brooks está envolvido em coisas ilegais e acaba sendo sequestrado de fato, fazendo com que todo mundo tenha de seguir as pistas, mesmo achando que aquilo continua sendo parte do jogo.

O ponto mais alto do filme é o seu elenco e isso se deve ao fato dele ser extremamente diversificado e divertido. Além do casal principal, atores como Billy Magnussen, Lamorne Morris Kylie Bunbury roubam a cena devido aos momentos hilários e a química entre todos eles. Ainda temos uma participação de Chelsea Peretti (Brooklyn 99) em uma das melhores cenas do filme, além de Gary, vivido por Jesse Plemons, que durante todo o longa, com seu cachorro sempre traz momentos de riso e ao mesmo tempo aflição

Dirigido por John Francis Daley e Jonathan Goldstein (XII) o filme tem um ritmo que me agradou do início ao fim. Ele se inicia mostrando o casal principal se conhecendo ao som de Queen, o que já ganha muitos pontos e em nenhum momento eu senti que o filme estava arrastado. Se por um lado a questão de ser sempre frenético é ótima e funciona ás vezes o roteiro dá uma cansada com tantas “surpresas”, mesmo que isso nos faça sentir que estamos dentro de um Clue ou Detetive com pessoas de verdade.

É interessante notar também que mesmo com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, seja pela ação ou pela comédia o filme ainda arranja um tempinho para discutir o relacionamento de Annie e Max e o motivo das história acontecer, e isso é muito bem feito

Conclusão

Por fim, A noite do Jogo é um excelente filme para você que assim como eu ama comédias e está buscando algo com uma temática diferente. Assim como em Dois Caras Legais e O Grande Hotel Budapeste ele transforma momentos de desgraça alheia em humor devido ao extremo exagero, colocando muita ação, aventura e até um possível assassinato.

Comentários

Mais em Críticas

Topo