Conecte-se com a Torre

Mortal Kombat: Quase 3 décadas e tudo ainda pode mudar

Artigos

Mortal Kombat: Quase 3 décadas e tudo ainda pode mudar

 

27 anos depois e tudo ainda pode mudar dentro do universo de Mortal Kombat. Após a confirmação do lançamento do 11º jogo, isso fica bem claro, com a chegada da agora revelada Kronika, que possivelmente é uma deusa ancestral do tempo e vem com o possível intuito de modificar as ações de Raiden, que mudaram toda a cronologia da história. Ela e Geras são as novas revelações do jogo, que promete ter muito conteúdo e reinventar tudo até aqui. Para quem não lembra, em MK Armageddon, o apocalipse fora previsto pela feiticeira Delia do reino de Edenia.

Delia e seu marido, o Deus ancião Argus, decidem elaborar um meio de tentar impedir que isso aconteça, através da luta com Blaze, cujo vencedor se torna um deus ancião, entretanto, a corrupção é algo que está presente em todos os guerreiros dos reinos. Antes de morrer, Raiden manda uma mensagem para seu eu do passado, a fim de consertar os erros até ali. Porém agora em MK 11, o deus do trovão se torna vilão após ser corrompido pelo jinsei contaminado por Shinnok, iniciando um possível grande combate entre ele e todos os reinos, devido sua missão de proteger o reino de Earthrrealm ter sido corrompida.

Outros fatores que decidem pela chegada de Kronika, são as decisões imprudentes que Raiden tomou, também em MK9, como quando Kitana descobre a existência de Mileena antes do previsto, a cybertização de Sub-Zero ao invés de Smoke. Além de Sindel ter simplesmente surtado e matado os guerreiros de Earthrrealm, e com Nightwolf sacrificando-se para impedir mais mortes pela ex-rainha de Edenia.

Em MKX, Scorpion descobre a verdade sobre a morte de seu clã, ao ter acesso no templo de Sub-Zero, às memórias de Sektor, onde lhe é revelado que Quan Chi ordenou que todo o Shirai-Ryu fosse executado, despertando-lhe o desejo de vingança e assim, após infiltrar-se na base de Operações Especiais, onde Quan Chi está preso, corta a garganta do mesmo, gerando outra consequência caótica: todos os que haviam se tornados espectros pela magia do feiticeiro de Netherrealm, permaneceriam assim, por tempo indeterminado.

Kronika é a primeira chefe mulher de Mortal Kombat. Seu parceiro Geras também poderá ter grande destaque pois podem estar trabalhando de forma unida ou individual na possível tentativa de apagar as linhas do tempo alternativas, incluindo a atual e/ou, construindo uma nova.

O que virá por aí é difícil de dizer, os tweets de Ed Boon deixam todos no frisson, com seus trolls sobre quais personagens ainda podem ser confirmados. Até agora, foram confirmados no game: Jade, Baraka, Scorpion, Raiden, Skarlet, Sonya Blade, Shao Kahn (na pré-venda, não se sabe como será posteriormente, se ele virá como DLC ou se será preciso realizar missões ou jogar na Krypta para desbloqueá-lo), Sub-Zero, Kano além de Kronika e Geras. Nesta madrugada a Netherrealm revelou que Johnny Cage estará presente em Mortal Kombat 11.

Mortal Kombat será lançado em 23 de abril para o Xbox One, PS4 e PC.

 

 

Comentários

Mais em Artigos

Topo