Conecte-se com a Torre

Phil Spencer afirma que não vai “sacrificar” a performance do Xbox Scarlett pelo preço

Notícias Games

Phil Spencer afirma que não vai “sacrificar” a performance do Xbox Scarlett pelo preço

Phil Spencer deu uma longa entrevista ao site GamesIndustry durante o último final de semana, falando sobre novos consoles, estúdios, jogos, streaming, e o futuro do Xbox em curto prazo.

A seguir, estaremos separando as principais declarações de Phil Spencer, adaptadas para o português.

 

Preço do Xbox Sclarett

Ao ser perguntado sobre os custos que o novo console poderia oferecer para o consumidor, por conta do avanço no hardware, Phil Spencer deu alguns indicativos:

“Se você lembrar, o preço do lançamento no Xbox One foi $100 mais carro. A indústria está crescendo muito rápido e temos que pensar sobre preço, mas também temos que pensar sobre performance. Eu não vou sacrificar a performance do console por causa do preço de custo.”

Também foi lembrado na entrevista que Mark Cerny, ao falar sobre o PlayStation 5, indicou que o preço inicial do novo console da Sony poderá ser mais caro que o PS4, principalmente por conta do SSD.

 

Novos consoles

Em outro questionamento importante, Phil Spencer foi perguntado se a ideia de ter “novos consoles periódicos” será abandonada na nova geração, porque há citações apenas para um futuro console.

“Todas as opções são possíveis.”

“Estamos focados no Sclartett e em oferecer um console de alta performance. Quando lançamos o Xbox One, eu nunca pretendia que as versões S ou X viriam…”

“Desde o lançamento do Xbox One, eu definitivamente aprendi que colocar um console muito caro, mas insuficiente tecnicamente, não é uma boa ideia.”

Estúdios

Em relação à aquisição de estúdios, o chefe do Xbox garantiu que novas compras surgirão no futuro e que os 15 atuais não foram suficientes.

“Estou adorando que estamos anunciando três novas franquias, sendo duas delas de nossos estúdios internos. E quando penso no futuro, penso que sempre estaremos anunciando novos jogos, pelo fato da quantidade de estúdios que temos.”

“Porém não é uma disputa para ver quantas aquisições conseguiremos, porque se não fizermos bons jogos, as aquisições não irão interessar.”

 

Game Pass

“Penso em quantas pessoas poderão jogar um jogo. Mas eu também vejo que estamos mais sofisticados com o passar do tempo. Com o crescimento do Game Pass, eu não quero que pensem que todos os jogos lançados deverão chegar à todos os assinantes, porque a base já está muito grande para isso.

“O que mais admiro é quando os criadores entendem que a base de jogadores de seu jogo será larga, porque há sub-comunidades dentro do Game Pass que pensam: olha, poderemos produzir jogos puzzle em preto e branco porque eu sei que milhões de pessoas estarão lá para jogar.”

Phil Spencer também destaca a diversidade de ofertas “de boa qualidade” no catálogo do serviço como um grande triunfo.

 

Single-Player

Ao ser perguntado sobre os jogos single-player, Spencer afirmou que a porcentagem de jogos solo encontram-se em queda. Porém, tentou fazer um pararelo com a Sony.

“A maior quantidade de jogos que estão sendo produzidos ultimamente não são single-player. Normalmente quando digo isso, alguém me mostra um first-party da Sony, e eles estão fazendo um bom trabalho com single-player não tenho dúvida disso.

“Às vezes me perguntam, como eu mantenho todas as minhas franquias ao mesmo tempo? É quando eu digo que o Game Pass pode atualmente manter bons jogos e boas histórias single-player para serem jogadas.”

 

Streaming

Por fim, Spencer garantiu que o streaming não irá modificar a experiência de jogar videogame.

“Streaming não vai substituir a experiência de console dos dias atuais. Vai ampliar: e estamos olhando para isso. Quando Satya e sua equipe nos deram liberdade para estabelecer uma divisão de jogos na Microsoft, eles não nos mandaram produzir o Project Scarlett, assim como não nos mandaram adotar o streaming.”

 

Mais informações e respostas poderão ser vistas, em inglês, neste link.

Comentários

Mais em Notícias Games

Topo