Conecte-se com a Torre

Obi-Wan Kenobi | A série era mesmo necessária?

Artigos

Obi-Wan Kenobi | A série era mesmo necessária?

A resposta curta para essa pergunta é: não, não era necessária. Se começarmos a pensar no que precisamos para seguir o legado de grandes franquias, precisamos mais de uma expansão de universo do que apelar para o saudosismo de personagens que, de alguma forma, já estavam bem desenhados em nossas mentes e imaginários. Mas a vida nem sempre é sobre o que precisamos e, na verdade, se trata de aproveitar daquilo que nos é entregue e, nesse aspecto, Obi-Wan Kenobi é uma série que acalenta o espectador, emociona quando toca em pontos sensíveis de personagens amados e respeitados no vasto universo de Star Wars e isso, mais do que agradável, é um privilégio poder assistir.

Para início de conversa, precisamos tirar o elefante da sala: o roteiro da série é, no geral, fraco. Temos soluções fáceis e saídas extremamente convenientes para servirem como escada para a construção narrativa e, ao assistir a série, fica claro que ela poderia ter reduzido um pouco a “correria” dos fatos e aprofundado um pouco mais no estado psicológico dos personagens. Agora que já piso em chão comum com a maioria dos fãs, vamos abordar um aspecto que possivelmente tem passado em branco pela maioria dos fãs: Obi-Wan Kenobi é um retrato do que é Star Wars como um todo. Acalme seu coração, Padawan, vou explicar melhor: Star Wars não é uma saga conhecida por ser extremamente bem elaborada e com soluções de roteiro fantásticas. O maior plot de toda a série é o que sustenta toda a estrutura dos Skywalker e serve de pilar para toda a construção do que foram os filmes episódicos, que é a relação de pai e filho entre Anakin e Luke.

Star Wars é uma franquia infantil. Não quero desmerecer quando digo isso, afinal, é minha franquia preferida da vida, mas é preciso admitir que o universo é infantojuvenil e sofre hoje justamente pelo fato de ainda estar viva e ativa depois de tantos anos. Nós assistimos Star Wars desde nossa infância, muitos de nós influenciados por nossos pais, e nós crescemos e nos desenvolvemos conhecendo esse universo vasto de uma galáxia muito distante. Com o passar dos anos, nossos gostos evoluem, o nosso desejo por histórias mais refinadas e melhor trabalhadas vai aumentando; ansiamos por tramas com reviravoltas que nos tirem o fôlego, mas Star Wars simplesmente não consegue nos acompanhar nessa evolução, e sabe o que é melhor: não precisa!

A série de Obi-Wan Kenobi não é diferente das demais obras de Star Wars. A Leia sair da fortaleza dos inquisidores embaixo do  sobretudo improvisado de Ben Kenobi não é uma solução menos boba do que um bando de Ewoks de um metro de altura batalhando e vencendo soldados treinados e armados; O comunicador com a mensagem do Bail Organa entregando a existência e paradeiro de Luke não é uma conveniência menor do que Padmé morrer de tristeza simplesmente por ter perdido a vontade de viver. O roteiro nunca foi o forte de Star Wars, e a gente vem engolindo isso desde a trilogia clássica até chegar em Kenobi.

Definitivamente não era preciso aprofundar a história de Obi-Wan e Anakin, o que era para ser construído já estava muito bem pavimentado, mas há de se admitir que quando a Lucasfilm apela para nossa nostalgia, mesmo com todas as conveniências de roteiro, eles conseguem ganhar o coração da criança que existe dentro de nós e que se emociona com a luta entre Kenobi e Darth Vader. Ver Ewan McGregor empunhar o sabre e trazer novamente vida a um personagem que nos marcou tanto é uma honra. São momentos onde eu abraço essa enorme farofa que é Star Wars, com todas as suas falhas e conveniências e aceito que este universo, seja o que vem dos episódios quanto o universo vasto em expansão, é sobre seus personagens! Personagens como Boba Fett que tiveram uma participação muito pequena na trilogia clássica e que se tornou um dos favoritos dos fãs. Star Wars nunca foi sobre roteiros excepcionais, sempre foi sobre seus personagens e sobre a mensagem de esperança que carregam.

Meu conselho é que assistam a série Obi-Wan Kenobi com a seriedade que assistiram a trilogia clássica, as prequels, e entenda que não dá pra esperar muito de uma série que conta histórias de origem de personagens, afinal, o desfecho deles nós já sabemos.

Obi-Wan Kenobi está disponível no Disney Plus.

Jogador de shooter, survival horror, horror games e todos seus sub-gêneros. Músico e fã de Queen, Muse e Avenged Sevenfold. Idoso de alma e amante de café.

Comentários

Mais em Artigos

Topo