Revelados novos detalhes do antigo jogo de “Star Wars”, cancelado pela EA

  Em 2017, a EA anunciou o fechamento da Visceral Studios, como também o cancelamento do jogo de “Star Wars” em mundo aberto, que o estúdio estava desenvolvendo. Recentemente Amy Hennig, uma das diretoras do projeto cancelado e antiga roteirista da série Uncharted, revelou novos detalhes sobre o jogo em uma entrevista para o site USGamer.

   A diretora relata que o desenvolvimento dele já estava bem adiantado em relação ao que era mostrado nos vídeos, mesmo passando por alguns problemas no meio do caminho. O principal desafio estava sendo trabalhar com a Frosbite Engine, visto que era um motor gráfico feito pra jogos FPS e tinham dificuldades em programar cenas cinematográficas de jogos em terceira pessoa. Para driblar tais dificuldades, foi construída toda uma estrutura voltada para terceira pessoa, desde movimentação de escalada até mesmo o cover. Literalmente trabalhando o motor gráfico de forma nunca usada.

  Hennig lamenta que as pessoas não puderam ver o resultado final do jogo, pois era algo muito maior do que elas já tinham imaginado. Mas no fim tudo isso não fazia sentido nos planos de negócios da EA, tendo eles mudado durante o desenvolvimento.

  Infelizmente, nunca iremos ver qual era visão que Amy Hennig e a Visceral tinham para o projeto, mas é interessante saber que tipo de técnicas estavam sendo usadas durante o desenvolvimento.

Jogador há mais de 20 anos, adorador de jogos plataformas, principalmente antigos. Streamer, nas horas vagas, de jogos da franquia Castlevania e speedrunner de jogos da série Mega Man Zero. Twitter:@raf_valente