Cinema Notícias Cinema

Disney abandona a marca Fox e introduz “20th Century Studios”

Mesmo numa era de NBCUniversal e Paramount-Comcast, a Disney não divide espaço com NINGUÉM.

Nessa sexta, 17, a Variety anunciou a decisão da Walt Disney Company de aposentar o nome Fox menos de um ano após a aquisição da produtora em 20 de março de 2019. A partir de agora, as produtoras 20th Century Fox e Fox Searchlight serão reinventadas como 20th Century Studios e Searchlight Studios, e ambos receberão novas identidades visuais. Ainda não se sabe o destino da emissora televisiva Fox Network, pois não foi encontrado um consenso na chefia da Disney. Emails corporativos já estão sendo alterados para refletir a mudança de estúdio, e Downhill, filme de Julia-Louis Dreyfuss e Will Ferell já exibe o novo logo da Searchlight Pictures.

Essa decisão crava o ultimo prego no caixão da 20th Century Fox, que já havia cancelado mais de cem projetos em desenvolvimento na Fox na época da aquisição. A decisão faz sentido quando se leva em conta que, apesar de ter comprado a divisão de cinema, a Fox News ainda pertence ao império midiático de Rupert Murdoch, e a Disney obviamente quer evitar confusões ou associações com uma concorrente. Ainda assim, a influência da Disney na Fox já estava perceptível, diversos curadores de festivais já reclamaram que o catálogo de filmes clássicos da Fox como Alien, Duro de Matar, Planeta dos Macacos, Clube da Luta entre outros já não estavam mais disponíveis para licenciamento para exibições especiais em eventos. Essa estratégia de escassez é praticada a décadas pela Disney, tanto para exibições em cinema quanto para lançamentos em home-video, para aumentar a demanda e controlar disponibilidade do seu catálogo. E agora que ela tem um serviço exclusivo de streaming, a tendência é que essa estratégia seja usada mais agressivamente ainda.

E se isso significa o fim da icônica binheta da Fox, que assim seja.