#Oscars2020 | Confira todos os vencedores e estatísticas na noite que consagrou o filme Parasite

No último domingo (9) ocorreu a premiação da 92ª Academy Awards, o Oscar 2020. Neste ano, a cerimônia realizada em Los Angeles acabou sendo histórica por causa de um filme em específico.

O filme sul-coreano Parasite recebeu o maior prêmio da noite ao ser considerado o melhor filme pela Academia. Este foi o primeiro filme sem ser em língua inglesa a conseguir o prêmio máximo.

Além disso, Parasite também foi o maior vencedor da noite ao receber quatro prêmios. Foi seguido por 1917, que ganhou três estatuetas. Os demais premiados com mais de uma estatueta foram Ford v Ferrari, Joker e Era Uma Vez em Hollywood, recebendo dois prêmios cada.

A noite acabou terminando mal para os filmes produzidos pela Netflix. Apesar de muitas indicações, O Irlandês terminou a noite sem ter vencido uma categoria sequer. Dois Papas, outro filme disponibilizado na Netflix, também não recebeu prêmios.

 

Vencedores do Oscar 2020

Melhor Filme
  • Parasite
  • O Irlandês
  • Jojo Rabbit
  • Ford vs Ferrari
  • Adoráveis Mulheres
  • Coringa
  • História de um Casamento
  • 1917
  • Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhor Diretor
  • Bong Joon-ho – Parasite
  • Sam Mendes – 1917
  • Todd Phillips – Coringa
  • Martin Scorsese – O Irnlandês
  • Quentin Tarantino – Era Uma Vez Em… Hollywood
Melhor Ator
  • Joaquin Phoenix – Coringa – Arthur Fleck / Joker
  • Antonio Banderas – Pain and Glory – Salvador Mallo
  • Leonardo DiCaprio – Once Upon a Time in Hollywood – Rick Dalton
  • Adam Driver – História de um Casamento – Charlie Barber
  • Jonathan Pryce – The Two Popes – Cardinal Jorge Mario Bergoglio
Melhor Atriz
  • Renee Zellweger – Judy – Judy Garland
  • Cynthia Erivo – Harriet – Harriet Tubman
  • Scarlett Johansson – História de um Casamento – Nicole Barber
  • Saoirse Ronan – Adoráveis Mulheres – Josephine “Jo” March
  • Charlize Theron – Bombshell – Megyn Kelly
Melhor Ator Coadjuvante
  • Brad Pitt – Era Uma Vez Em… Hollywood – Cliff Booth
  • Tom Hanks – A Beautiful Day in the Neighborhood – Fred Rogers
  • Anthony Hopkins – The Two Popes – Pope Benedict
  • Al Pacino – O Irnlandês – Jimmy Hoffa
  • Joe Pesci – O Irnlandês – Russell Bufalino
Melhor Atriz Coadjuvante
  • Laura Dern – História de um Casamento – Nora Fanshaw
  • Kathy Bates – Richard Jewell – Barbara “Bobi” Jewell
  • Scarlett Johansson – Jojo Rabbit as Rosie Betzler
  • Florence Pugh – Adoráveis Mulheres as Amy March
  • Margot Robbie – Bombshell as Kayla Pospisil
Melhor Roteiro Original
  • Parasite – Bong Joon-ho and Han Jin-won
  • Knives Out – Rian Johnson
  • História de um Casamento – Noah Baumbach
  • 1917 – Sam Mendes and Krysty Wilson-Cairns
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Quentin Tarantino
Melhor Roteiro Adaptado
  • Jojo Rabbit – Taika Waititi (baseado em Caging Skies)
  • O Irlandês
  • Coringa
  • Adoráveis Mulheres
  • Dois Papas
Melhor Filme de Animação
  • Toy Story 4 – Josy Cooley, Jonas Rivera, Mark Nielsen
  • How to Train Your Dragon: The Hidden World
  • I Lost My Body
  • Klaus
  • Missing Link
Melhor Filme Estrangeiro
  • Parasite (Coréia do Sul – Bong Joon-ho)
  • Les Misérables (França)  – Ladj Ly
  • Honeyland (Macedônia do Norte)  – Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov
  • Corpus Christi (Polônia)  – Jan Komasa
  • Pain and Glory (Espanha) – Pedro Almodóvar
Melhor Documentário em Longa-metragem
  • Indústria Americana – Steven Bognar, Julia Reichert and Jeff Reichert
  • The Cave – Feras Fayyad, Kirstine Barfod and Sigrid Dyekjær
  • Democracia em Vergiem – Petra Costa, Joanna Natasegara, Shane Boris and Tiago Pavan
  • For Sama – Waad Al-Kateab and Edward Watts
  • Honeyland – Ljubo Stefanov, Tamara Kotevska and Atanas Georgiev
Melhor Documentário em Curta-metragem
  • Learning to Skateborad in a War Zone (If You’re a Girl) – Carol Dysinger e Elena Andreicheva
  • In the Absence – Yi Seung-Jun e Gary Byung-Seok Kam
  • Life Overtakes Me – John Haptas e Kristine Samuelson
  • St. Luis Superman – Smriti Mundhra e Sami Khan
  • Walk Run Cha-Cha – Laura Nix e Colete Sandstedt
Melhor Curta-metragem
  • The Neighbor’s Window
  • Brotherhood
  • Nefta Footbal Club
  • A Sister
  • Saria
Melhor Animação em Curta-metragem
  • Hair Love – Matthew A. Cherry e Karen Rupert Toliver
  • Dcera (Daughter) – Daria Kashcheeva
  • Kitbull – Rosana Sullivan e Kathryn Hendrickson
  • Memorable – Bruno Collet e Jean-François Le Corre
  • Sister – Siqi Song
Melhor Trilha Sonora
  • Coringa– Hildur Guðnadóttir
  • Adoráveis Mulheres – Alexandre Desplat
  • História de um Casamento – Randy Newman
  • 1917 – Thomas Newman
  • Star Wars: The Rise of Skywalker – John Williams
Melhor Canção original
  • Rocketman – Elton John
  • Toy Story 4 – Randy Newman
  • Breakthrough – Diane Warren
  • Into The Unknown – Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez
  • Harriet – Joshuah Brian Campbell e Cynthia Ervio
Melhor Edição de Som
  • Ford vs Ferrari – Donald Sylvester
  • Coringa – Alan Robert Murray
  • 1917 – Oliver Tarney and Rachael Tate
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Wylie Stateman
  • Star Wars: The Rise of Skywalker – Matthew Wood and David Acord
Melhor Mixagem de Som
  • 1917 – Mark Taylor e Stuart Wilson
  • Ad Astra – Gary Rydstrom, Tom Johnson e Mark Ulano
  • Ford vs Ferrari – Paul Massey, David Giammarco e Steven A. Morrow
  • Coringa – Tom Ozanich, Dean Zupancic e Tod Maitland
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Michael Minkler, Christian P. Minkler e Mark Ulano
Melhor Direção de Arte
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Production Design: Barbara Ling; Set Decoration: Nancy Haigh
  • O Irnlandês – Production Design: Bob Shaw; Set Decoration: Regina Graves
  • Jojo Rabbit – Production Design: Ra Vincent; Set Decoration: Lee Sandales
  • 1917 – Production Design: Dennis Gassner; Set Decoration: Lee Sandales
  • Parasite – Production Design: Lee Ha-jun; Set Decoration: Cho Won-woo
Melhor Cinematografia/Fotografia
  • 1917 – Roger Deakins
  • O Irnlandês – Rodrigo Prieto
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Robert Richardson
  • The Lighthouse – Jarin Blaschke
  • Coringa – Lawrence Sher
Melhor Maquiagem
  • O Escândalo
  • Coringa
  • Judy
  • Malévola
  • 1917
Melhor Figurino
  • Adoráveis Mulheres – Jacqueline Durran
  • O Irnlandês – Sandy Powell and Christopher Peterson
  • Jojo Rabbit – Mayes C. Rubeo
  • Coringa – Mark Bridges
  • Era Uma Vez Em… Hollywood – Arianne Phillips
Melhor Edição/Montagem
  • Ford vs Ferrari– Andrew Buckland e Michael McCusker
  • O Irnlandês – Thelma Schoonmaker
  • Parasite – Yang Jinmo
  • Jojo Rabbit – Tom Eagles
  • Coringa – Jeff Groth
Melhores Efeitos Visuais
  • 1917 – Guillaume Rocheron, Greg Butler, e Dominic Tuohy
  • Vingadores: Ultimato – Dan DeLeeuw, Matt Aitken, Russell Earl e Dan Sudick
  • O Irnlandês – Pablo Helman, Leandro Estebecorena, Stephane Grabli, e Nelson Sepulveda
  • O Rei Leão  – Robert Legato, Adam Valdez, Andrew R. Jones e Elliot Newman
  • Star Wars: A Ascensão Skywalker – Roger Guyett, Neal Scanlan, Patrick Tubach e Dominic Tuohy

 

Comparação Indicados/Vencedores

O gráfico a seguir mostra um panorama do Oscar 2020 registrando uma comparação de quantas indicações um determinado filme recebeu e quantos prêmios conseguiu vencer.

Por exemplo, o filme Coringa foi o recordista de indicações com 11 possibilidades de prêmio, mas acabou recebendo apenas dois prêmios possíveis.

Além disso, cabe ressaltar que cinco filmes conseguiram ser premiados em mais de uma categoria.

⊗ Indicações // ⊗ Prêmios

 

Parasite – O Melhor Filme

Dias antes do Oscar 2020, a própria Torre de Controle já havia antecipado que o filme tinha um grande potencial para ser muito premiado na cerimônia.

O filme foi lançado na Coréia do Sul em 30 de maio de 2019 e conseguiu uma bilheteria de ₩13,5 bilhões, o que representa cerca de 11 milhões de dólares.

Bong Joon-ho também acabou sendo consagrado como melhor diretor do Oscar 2020. O diretor de 50 anos começou a ganhar destaque no cinema internacional em 2003 com o drama Salinui chueok, uma história real de serial killer no país sul-coreano.

Vencedor do Oscar, o filme contou com a participação de atores já conhecidos no cenário local como Song Kang-ho, Lee Sun-kyun, Cho Yeo-jeong, Choi Woo-shik, dentre outros.

 

Audiência

Apesar de ter registrado um momento histórico, o Oscar 2020 acabou sendo o menos visto da história nos Estados Unidos, com 23,6 milhões de telespectadores ao vivo.

O número representa uma queda considerável de 20% em relação à cerimônia de 2019, com seis milhões de pessoas a menos deixando as televisões ligadas na ABC.

Ainda assim, conseguiu garantir a maior audiência do prime-time nos Estados Unidos sendo a maior audiência do dia na televisão norte-americana.

Esta cerimônia não contou com um apresentador fixo, assim como ocorreu em 2019.