Especial | Conferimos a demo exclusiva para a imprensa de Resolutiion

 

Resoluttion é um jogo de ação e aventura que ainda encontra-se em desenvolvimento (previsão de lançamento ainda em 2020) pela Monolith of Minds, um pequeno estúdio indie alemão. A publicadora, Deck13, conhecida por seu trabalho na série The Surge, disponibilizou uma demonstração para a imprensa e é essa demo que vamos conferir.

Os jogadores assumem o papel de Valor, um antigo assassino que acompanha uma inteligência artificial curiosa para se infiltrar em uma rede terrorista. Eles se encontrarão em um mundo cyberpunk sombrio, onde nada e tudo podem ser reais e onde precisarão esmagar uma revolta contra o paraíso distópico que o mundo se tornou, através de combates caóticos, segredos intrigantes e uma calma inquietante, em uma paisagem dos sonhos de loucos e animais sãos.

A história do jogo é bem confusa no início, não dando pistas de onde, porque e como o protagonista (Valor) foi parar ali. Iniciamos a jornada dentro de uma construção, com outros seres que a princípio são inofensivos. Somos acompanhados por uma inteligência emocional chamada S.A.M. Alibii, que, a princípio é bem discreta, aparecendo apenas em momentos chave.

Olha só, um gatinho…

Ao sair do edifício, nos deparamos com uma pequena vila, protegida pelo deserto ao redor, onde um gigantesco gato ataca quem ousa sair do local. Utilizando-se do botão de correr, o gato fica para atrás e podemos vasculhar um pouco mais deste universo, visitando vilas, cavernas ou construções mais futuristas.

Fonte: Divulgação

A jogabilidade tem forte inspiração em The Legend of Zelda. O ataque inicial é com as próprias mãos dotadas de garras. Ao longo da demo, conseguimos mais duas armas: um rifle que atira três projéteis e minas temporizadas. Valor possui uma barra de vida e uma barra de estamina, que é gasta quando se corre, quando o rifle é utilizado e quando se utilizam as minas temporizadas. Podemos encontrar, ao destruir inimigos ou objetos, itens que recuperam vida e estamina, além de uma espécie de cubo amarelo, que não foi utilizado na demo. Temos ainda uma espécie de mapa, composto por diagramas, que também parece bem confuso no início, mas logo dá para se acostumar.

Fonte: Divulgação.

Esse gatinho deve estar com fome…

Os inimigos aparecem de forma esparsa, sendo poucas as vezes que mais de um inimigo aparece por vez. O combate é bem divertido e até que bem fácil (o que tira um pouco do brilho do jogo), se resumindo a desviar dos projéteis lançados (que são bem lentos) e fugir correndo dos inimigos, até atacar com as garras ou atirar com o rifle à uma distância segura. O interessante é que os inimigos caem, ficam ofegantes e incapacitados antes de tomar o último hit. O protagonista tem a opção de não dar este último tiro.

Fonte: Divulgação.

Aqui gatinho, aqui…

Os gráficos são mais um ponto alto do jogo. Com paisagens deslumbrantes, e as vezes um pouco confusas, é um dos jogos em pixel art mais bonitos dos últimos anos, lembrando um pouco a estética de Superbrothers: Sword & Sworcery EP e Kingdom: New Lands, mas com uma pegada mais cyberpunk pós-apocaliptica.

Fonte: Divulgação.

A trilha sonora é um espetáculo a parte, ajudando a imersão no jogo, ao mesmo tempo que é bem marcante. Tem um estilo entre música eletrônica e clássica. Na versão final, a trilha sonora devera ter cerca de 60 músicas.

Argh, gato desgraçado…

Fonte: Achromatic — The sketches and concepts of Resolutiion.

Considerando que esta é apenas uma demonstração do jogo, na sua página da Steam estão prometidos os seguintes recursos na versão final:

  • Campanha com duração de 20 horas;
  • Explore um mundo sombrio cyberpunk, onde nada é o que parece;
  • Experimente uma história sombria onde você pode ser o herói – ou o vilão;
  • Desbloqueie novas habilidades para derrotar seus inimigos;
  • Sobreviva à lutas brutais e esmague chefes horríveis;
  • Ouça uma trilha sonora cyberpunk “badassemotional”.

Resolutiion tem tudo para ser um grande sucesso indie: excelente direção de arte, história intrigante, jogabilidade flúida e uma trilha sonora mais do que espetacular (uma prévia pode ser escutada aqui). Agora, só nos resta esperar pelo lançamento da versão final, prevista para o segundo trimestre deste ano no Windows, Mac OS, Linux e nos consoles (ainda não divulgados).

Caso tenha interesse, a Monolith of Minds envia uma versão digital do artbook Achromatic — The sketches and concepts of Resolutiion caso assine sua newsletter aqui. Esta cópia de demonstração para o Windows foi gentilmente cedida pela Deck13.

A primeira vez foi com Golden Axe, tão pequeno que precisava usar um banco para alcançar os controles do fliperama. Passou por todas as gerações de consoles e joga no PC desde 199. Fã de RPGs, jogos de corrida, indies e qualquer jogo com uma boa história.