Cinema Comunicado Especiais - Cinema

Coronavirus: Confira os adiamentos e cancelamentos na indústria do entretenimento

Não é exagero dizer que o a crise do COVID-19 é a maior crise global do século XXI, e sua escalada no mundo se alastrou em todos os aspectos da nossa vida cotidiana. Problemas como o esvaziamento nos estoques de supermercado, falta de recursos médicos para tratar pacientes e imensas quedas na bolsa de valores vão se intensificando a cada dia, e o mundo do entretenimento também sofreu muito nas últimas semanas.

Uma das maiores causas da proliferação do coronavirus é a concentração de multidões em lugares públicos. Logo, atividades como ir ao cinema são extremamente ariscadas, e as autoridades médicas estão aconselhando a população a permanecer em isolamento. Então, para evitar a proliferação do vírus, diversas produtoras passaram a cancelar estreias de filmes e eventos semelhantes. Tudo começou com 007: Sem Tempo Para Morrer, que estava marcado para sair em 13 de Abril, que foi adiado até novembro. Isso foi o primeiro dominó que desencadeou uma série de cancelamentos de filmes, eventos esportivos e culturais nas últimas duas semanas.

Velozes e Furiosos 9, que iria estrear em maio de 2020 teve sua estreia adiada em quase um ano inteiro, para maio de 2021. Pouco tempo depois, Um Lugar Silencioso Parte II teve sua data de estreia, inicialmente marcada para 19 de março, adiada indefinidamente.

Além de filmes com data de estréia definida, diversas produções ainda em andamento também tiveram suas filmagens canceladas. Entre elas estão The Batman de Matt Reeves, Jurassic Park: Dominion de Colin Trevorrow, ShangChi, Soldado Invernal e o Falcão da Marvel Studios e a aguardada série d’O Senhor dos Anéis da Amazon Studios.

A Disney também foi ligeira em tomar providências. Após inicialmente cancelar a estréia do remake de Mulan no Japão e China, países mais afetados pelo coronavirus, agora adiou indefinidamente sua estreia no ocidente. Além disso, a empresa já adiou o filme Antlers de Guillermo Del Toro, do selo Searchlight Studios (Antiga Fox Searchlight). E, é claro, não podia faltar Os Novos Mutantes, que comemora seu sexto adiamento desde 2017. Viúva NegraArtemis Fowl são uns dos poucos filmes no calendário da Disney a não serem adiados, mas com o ambiente atual, é apenas uma questão de tempo.

Mas a Disney tomou uma atitude diferenciada. Na ultima semana, a produtora disponibilizou antecipadamente na sua plataforma de streaming Disney+ o filme Frozen II, o que deve ajudar diversas crianças confinadas aos seus lares a se distrairem. Star Wars: A Ascenção Skywalker também foi disponibilizado antes do prazo nas plataformas digitais. Em uma tacada só, a Disney se colocou numa posição heróica e trouxe publicidade para seu serviço de streaming pago.

Essa medida está sendo adotada em outros lugares também: Nesse final de semana a Sky liberou o sinal dos canais da rede Telecine em todo o território nacional. Os cinemas da rede Itaú estão vendendo ingressos à metade da capacidade das salas e encorajando os espectadores a se sentarem ao máximo possível de distância uns dos outros. Na Itália, um dos paises mais afetados pela pandemia, a Pornhub disponibilizou o seu pacote Premium de graça.

Fora do cinema, vários eventos tradicionais estão sendo cancelados. A E3, que já estava passando por dificuldades após a perda de vários exibidores, foi cancelada pela primeira vez em 25 anos de existência, o que muitos especulam que seja o último prego no caixão do evento. Eventos de quadrinhos como a Emerald City Comic-Con já foi cancelada, assim como a Perifacon no Brasil, que será remarcada ainda esse ano. Nesse ritmo, é apenas uma questão de tempo até os grandes eventos como a San Diego Comic-Con, New York Comic-Con e CCXP sejam adiadas também. Partidas esportivas, talk shows e programas de auditório ainda são exibidos, mas sem platéias. Nesse final de semana o Domingão do Faustão foi exibido com a platéia vazia pela primeira vez em seus 31 anos de história, e A Praça é Nossa foi suspensa, pois a participação da platéia era essencial para o ritmo do programa.

Os atores Tom Hanks e sua esposa Rita Wilson contraíram o virus enquanto filmavam na Nova Zelândia. Eles estão em quarentena juntos no momento.

Nesse momento de crise, tudo que podemos fazer é assegurar nossa segurança, a da nossa família e da nossa comunidade. Então é essencial que sigamos as instruções dos profissionais de saúde e evitar sair de casa a menos que seja extremamente necessário. Se não for viável, evite contato com as pessoas e sempre higienize as mãos, principalmente após passar por locais públicos. Estamos em um momento crítico, e as nossas ações podem amenizar ou exacerbar o problema. A situação vai piorar muito antes de melhorar, então temos que nos preparar da melhor forma possível.

Se cuidem.